Logo

          Central Sindical

UNIÃO SINDICAL DOS TRABALHADORES

Adicione as principais vantagens do seu negócio que o terna unico e o melhor. Adicione texto para que os clientes tenham que escolher seus produtos ou serviços e quais os benefícios que obterão após comprar o produto. Escolha seu próprio texto, estilo e clique em Concluído.

 Estado espanhol

As concentrações multinacionais levam as ruas contra o miserável aumento das pensões e em defesa de pensões decentes

Dezenas de milhares de pessoas, em sua maioria pensionistas, saíram para protestar contra a perda do poder de compra das pensões e em defesa de pensões públicas decentes. Entre a manhã e a tarde de 22 de fevereiro, existem mais de 80 cidades onde os pensionistas se concentraram ou serão concentrados, convocados pelo Coordenador do Estado para a Defesa do Sistema Público de Pensão, uma plataforma que agrupa centenas de marés e grupos de pensionistas e trabalhadores em todo o estado que se opõem às reformas das pensões de 2011 e 2013 aprovadas pelos governos de Zapatero e Rajoy e exigem sua revogação.

Madri: "Menos ladrões e mais pensões"

União Internacional de Sindicatos de Aposentados da FSM

1 DE OUTUBRO DE 2017

 DIÁ INTERNACIONAL DE LUTA PELOS DIREITOS DOS APOSENTADOS

O capitalismo está impulsando novas medidas anti populares contra os aposentados, a classe operaria e o povo. As soluções que utilizam os governos são temporais e fracas, sem prerpectiva nem saída positiva para aqueles que com o seu trabalho produzem a riqueza na sociedade e do beneficio a um poucos capitalistas que recolhem, na imensa medida, os frutos da exploração.

 As medidas empreendidas pelos dirigentes do desenvolvimento capitalista, com a competitividade entre os capitalistas como motor, precisa de novos sacrifícios por parte da classe operaria, os reformados e o povo, maior exploração, e acabar com todos os direitos que ainda existem. Maiores limitações e abolição da segurança social pública em beneficio da privada, anulação das convenções coletivas e das pagas extraordinárias aos reformados; embora de uma maior redução do custo para a saúde, os medicamentos e as prestações sociais. 

Tudo isto é completado com as novas concessões ão grande capital mediante privatizações de setores importantes da economía, na energia, o transporte, a água, os recursos naturais e novas isenções de impostos.

No nome da competitividade capitalista, os reformados e pensionistas em todo o mundo vivem o pioramenti da sua vida e da vida dos seus filos. As suas pensões são recortadas, as prestações de saúde são reduzidas e se privatizam, as estruturas sociais são dissolvidas e seus direitos são restringidos em geral.

Para conseguir os seus objetivos o capital não duvida em agir conflitos e guerras por todo o mundo, nas que se apropriam violentamente da riqueza de muitos povos do planeta.

Chamamos à ação, a todas as nossas organizações e organizações amigas para o próximo 1º de outubro, día internacional dos reformados, com revindicações ligadas as nossas verdadeiras necessidades, tendo como perspetiva da nossa luta uma sociedade sem exploração, pobreza, guerras nem calamidades. Lutas que temos que fazer com unidade e ação comum com a clase operaria, com ão povo, e com todos aqueles que sofrem a exploração capitalista.

 Lutamos nessa direção: Por uma segurança social gratuita e pública, atenção e assistência farmacêutica para todos, sem condições. Vamos a reclamar o direito a pensão pública suficiente, a redução dos limites de idade para os homens, e mais cedo para as mulheres. Pensões que satisfaz a nossas necessidades atuais, para que podemos viver uma vida digna. Por prestações sociais, vivenda, água limpa e direito ao lazer, público, gratuito e de qualidade.

NÃO ESTAMOS CONFORMES COM AS MIGALHAS QUE REPARTE A BARBÁRIE CAPITALISTA!

LUTAMOS POR CONQUISTAR A VIDA E O FUTURO NA BASE DA RIQUEZA QUE PRODUZIMOS!

VIVA A SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES!

VIVA A JORNADA DE LUTA DO PRIMEIRO DE OUTUBRO!  

CONTRA REFORMA

DA PREVIDÊNCIA!

Ato Internacional dos Aposentados, será

antecipado para o dia 29

de setembro. 9 horas

Shopping Atrium -

Endereço: Rua Giovanni

Battista Pirelli, 155 - Santo André – SP 

Vanilda Martins Presidente da CBAPI

A Presidente, Vanilda Martins tem o objetivo de organizar a luta dos aposentados, pensionistas e idosos pela recuperação do poder aquisitivo dos benefícios recebidos e por melhores condições de vida, a CBAPI – Central Brasileira dos Aposentados Pensionistas e

Idosos da Central Sindical UST.

 A CBAPI significa a consolidação na construção de

uma entidade sindical forte e

representativa dos aposentados e pensionistas do nosso país, com a certeza que os eleitos estão

comprometidos com a luta por melhores condições de vida para os aposentados e

pensionistas.

 A Presidente Vanilda Martins e

o Secretario Geral Mauro Alves, foram eleitos por

aclamação na II Assembleia Geral em 25 de junho de 2017,

comprometido em resgatar a auto-estima dos aposentados, no avanço das conquistas de seus direitos

  O Presidente da Central Sindical UST, Carlos Borges,

afirmou que os companheiros

foram eleitos para  realizar a

 história de luta na defesa dos direitos dos trabalhadores

aposentados, por isso tenho a

certeza que irão desempenhar muito bem a tarefa de dirigir e

fortalecer a luta dos aposentados, pensionistas e idosos.

 SHAPE

 * MERGEFORMA

T

     1º Encontro

Nacional dos

Aposentados        

 Assembleia

Legislativa São

Paulo

 Com a experiência nas lutas

da classe trabalhadora, a Central Sindical UST não

abandonou a luta dos trabalhadores aposentados e

pensionistas, realizou o 1º encontro nacional, neste

sábado (20 de agosto de 2016), em São Paulo, o Presidente da UST, Carlos Borges, destaca

que o encontro é o resultado de luta pela organização

autônoma, independente, democrática e plural e avaliamos que o grande

desafio é gerar unidade para

lutar pelas ampliações das

conquistas dos aposentados.

True True (``````````` (``````````` 0 287 3121152 1679448 0 cbapi13.JPG 

.

 Aposentado

ria Pé na cova

Previdência: 50 anos de contribuição para trabalhador se aposentar

Governo apresenta hoje a proposta de reforma previdenciária, “50 ANOS de contribuição serão necessários para obter o benefício integral com as novas regras propostas”.

Isso significa, na prática, quase abolir a aposentadoria, só aposenta quando morrer, considerando a duração média da vida de um brasileiro. Mesmo começando a trabalhar aos 18 anos e se – o desemprego está aí – acumular dois anos de não-contribuição em meio século de vida laboral a idade mínima para o cidadão aposentar-se sem perdas (ao menos no momento da aposentadoria) será de 70 anos.

Resumo: não haverá mais aposentados, vão morrer antes de se aposentar.

Contra Reforma da

Previdência

Não à extinção da Previdência Social Publica, vamos unir as

nossas forças contra a reforma da previdência, e a volta do

ministério da previdência social,

não podemos deixar de mostra a nossa indignação com esse

governo Temer que reduz os direitos dos trabalhadores e

aposentados.

O Rombo da Previdência é

falso, em 2014, o saldo positivo da Seguridade Social foi de R$ 54 Bilhões, está comprovado que dá lucro e não prejuízo. A Previdência faz parte do

orçamento da Seguridade Social, e recebe recursos de diversos impostos além da

contribuição ao INSS dos

trabalhadores. Em 2014, a

soma total ficou em R$ 686 bilhões arrecadados, enquanto

foram gastos R$ 632 bilhões.

Os 70 anos da Federação Sindical Mundial (FSM) foi comemorado com a realização do Simpósio Sindical Internacional, de 1º a 3 de outubro, em São Paulo Brasil, participam do encontro os representantes dos cinco continentes fizeram suas saudações iniciais para os cerca de 500 participantes

 O Simpósio debate projetos estratégicos na conquista da hegemonia politica da classe trabalhadora e na avaliação da Central Sindical UST nacional, foi um passo importante a unidade das entidades no ato, mas acredita que é preciso avançar contra os conservadores.

Carlos Borges, Presidente da Central Sindical UST, fez uso da palavra avaliando que o encontro que reuniu no Brasil, foi uma grande representação da classe trabalhadora mundial, afirmou, que nosso principal alvo é combater austeridade financeira que busca o equilíbrio com altas taxas de lucro e os interesses imperiais e das grandes corporações à custa dos sacrifícios das classes trabalhadoras. Estamos vendo se aprofundar os sintomas de uma crise capitalista avassaladora, ou pressionamos por mudanças estruturais ou seremos engolidos por essa onda social democrata e conservadora nas Américas, complementou. No encerramento dia 3, houve manifestação das representações mundial anti-imperialista e com a aprovação da Carta do Brasil

CBAPI recebe apoio na 

sua organização de luta

Foi realizada nesta quinta-feira, 13 agosto 2015, a primeira reunião da

Comissão de organização da CBAPI –

Central Brasileira dos Aposentados para organizar a luta dos aposentados.  A reunião de trabalho

contou com a presença da Vereadora

Bete Siraque, e também marcaram presença: EX-DEPUTADO Siraque; o Presidente da UST, Carlos Borges; a

secretaria, Vanilda Martins; Diretora

das Mulheres, Telma Solange; o Diretor Sindical, Adauto Alves e Izidoro Santos.

Entre os principais pontos de pauta estiveram conjuntura e atividades da CBAPI, a reorganização do movimento dos aposentados, além da participação dos eventos da UIS – União Sindical  internacional dos aposentado que ocorrerá em 30 de setembro no Equador, finanças e reuniões e planejamento dos grupos de trabalho.  CBAPI abre o debate

para realização de importantes mobilizações contra a retirada de

direitos dos aposentados e pensionistas. Parcela da coordenação nacional presente no debate sobre conjuntura avalia que as crises conjunturais tendem aplicar medidas que imporão mais ataques aos trabalhadores aposentados, por esta razão vamos lutar para consolidar as

políticas publicas voltada para os aposentados e pensionistas.

CBAPI Estadual de São Paulo reunida

CBAPI – Central Brasileira dos Aposentados Pensionistas e Idosos realizou no dia 15 de maio reunião para debater o planejamento para o ano de 2015. Contou com as presenças do Presidente Manuel, Presidente da UST, Carlos Borges, Brilhante Diretor Nacional, Jorge Antunes Secretario, Petrônio Diretor Nacional, Henrique Diretor Nacional e o companheiro Renato da Região ABC de São Paulo.

Dentre os temas debatidos na reunião, ficou decidido que haverá uma campanha para aumentar o número de sócios do sindicato. Faz parte das medidas que serão adotadas para o aumento do número de sócios também, a ampliação de parcerias.  

CBAPI pretende aumentar a aproximação com os mais de 120 mil sócios espalhados pelo Estado, e intensificar os serviços oferecidos aos aposentados em regiões onde tem estrutura física. Ficou agendada uma reunião para próximo dia 18 de maio, 14 horas, com toda a diretoria estadual, que será realizada na Rua do Glicério – Santo André -SP.

  CBAPI  –

Central Brasileira dos Trabalhadores

  CBAPI  – Central Brasileira dos Trabalhadores

 28 de fevereiro 2015

Neste sábado, 28 de fevereiro de 2015, em assembleia dos Trabalhadores e aposentados de diversas regiões do Brasil participaram em Campinas – São Paulo da fundação da CBAPI  –Central Brasileira dos Trabalhadores Aposentados Pensionista e Idosos, fundou o sindicato dos aposentados CBAPI.

CBAPI não aceita qualquer redução nos direitos conquistados e também não compactuamos para exclusão dos aposentados de qualquer benefício pago aos trabalhadores ativos. Estamos fortalecendo a luta pela derrubada do Fator Previdenciário, pelo reajuste salarial isonômico e digno.

.               

  .