Central Sindical
 
 
UNIÃO SINDICAL DOS TRABALHADORES
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
João Luis - Presidente

Luiz Verri -
Vice Presidente

 

UST Rio de Janeiro
está fortalecida
João Luis é o novo presidente e Luiz varri o Vice Presidente da Central Sindical UST Rio de janeiro, vem fortalecer a unidade sindical do Rio, vai ampliar o diálogo com a sociedade e na disputa sindical para que a Central cresça ainda mais.
Queremos construir em torno de um modelo que expresse os reais interesses da classe trabalhadora e caminhe na direção de um projeto popular para mudar o Estado do Rio de janeiro, onde há ausências na política industrial, na segurança pública, na mobilidade urbana, nas políticas sociais, na saúde e na educação.

Central Sindical UST Rio de janeiro ainda mais preparada para defender a pauta da classe trabalhadora nas ruas e nas mesas de negociação. Uma UST que luta por trabalhadores e trabalhadores fortalecidos nas conquistas sociais, resultado de um projeto combativo e consciente de que ainda há muito a ser feito e conquistado.

 UST que representa as diferentes realidades desse mundo desigual do trabalho, com comprometimento e dedicação à militância sindical e conquistas e desafios com o movimento sindical e a sociedade, o que significa e representa o mercado de trabalho brasileiro.
agosto 2016

A UST realizou varias reunião com lideres sindicais da UST Rio de Janeiro, na sede estadual da UST, para apresentar a proposta de reorganização da sua Diretoria Estadual. O evento contou com a presença do Presidente Nacional Carlos Borges e demais presidentes de sindicatos filiados a UST, de toda região.  Durante a reunião foi apresentada a proposta de reorganizar a estrutura e funcionamento da UST Rio de Janeiro com debate entre os futuros diretores da UST Rio de Janeiro, que apresentaram sugestões em torno das propostas da entidade. Foram mostrados aos companheiros os pontos dessa proposta que visa estar cada vez mais próxima dos trabalhadores e traçar um novo modelo administrativo para ampliar as filiações sindicais. Com a proposta de reorganização em todo o Estado, a UST passa a ser uma referência sindical e política importantíssima no Estado do Rio de Janeiro, o que queremos é melhorar a atuação e consequentemente chegar mais próximo de todos os trabalhadores.  Também será escolhida a nova direção provisória da entidade, tanto a estadual como as regionais, com maior musculatura e com lideres importantes do movimento sindical carioca.

Jeferson companheiro sempre na luta.

Jeferso

n Diretor Nacional de Formação da Central Sindical UST – União Sindical dos Trabalhadores, com a trajetória e compromisso na luta por uma sociedade mais justa e, principalmente, o projeto sindical para o Brasil.

Repudiamos veementemente a postura critica contra líder sindical e a clara a tentativa sórdida de confundir a população da postura de luta sindical do companheiro, onde seus críticos têm sido omisso na luta dos trabalhadores e erram estrategicamente por não entender quem são os reais inimigos dos trabalhadores, precisam estudar a luta de classe, para que possa definir que são contra os trabalhadores.  Jerfeson liderança carismática e dirigente de inúmeras greves e mobilizações, um incansável ativista que dedica sua vida à luta dos trabalhadores. Uma figura humana, combativo, solidário e querido por todos que o conhece.

A UST vem a público apoiar a corajosa luta do companheiro Jeferson em apoio com sua presença física na greve da Comperj ate o ultimo dia, enfrentando a policia e os pelegos perdigueiros do sindicato da CUT, que por sinal houve violência ostensiva contra os trabalhadores, um compromisso com a luta dos trabalhadores, sempre empenhado em avançar na organização e mobilização dentro da fábrica na busca por melhores condições de trabalho.

Somos solidariedade às lutas dos trabalhadores por melhores condições de vida na cidade e no campo, que implica em combater esse modelo econômico que só privilegia as grandes empresas, o sistema financeiro e agronegócio.

A UST se soma aos companheiros que com determinação em contribuir com a luta do conjunto dos trabalhadores, Jeferson tem provado o seu compromisso a frente do Sindicato dos Operadores de Maquinas Pesada do Estado do Rio de Janeiro. SINDOMPERJ

 UST – Rio de Janeiro

Diretoria Estadual toma posse e reafirma a luta pelos direitos dos trabalhadores
 Em meio a um clima de alegria, descontração e companheirismo a diretoria da UST – Rio de Janeiro (2013/2018) tomou posse oficialmente, na manhã da sexta-feira (26-04-2013), realizada na ALERJ - Assembleia Legislativa do Rio de janeiro, na região central do Rio, com a presença de cerca de 300 pessoas, entre sindicalistas, Deputados, Prefeito, Vereadores, lideranças dos movimentos sociais e imprensa. A cerimônia foi marcada por um ato político que expressava o avanço da luta pelos direitos dos trabalhadores.
Um depoimento emocionado marcou o discurso do presidente Jeferson Barros, reafirmando o compromisso da UST – Rio na luta da classe dos trabalhadores, além da bela apresentação do resumo da historia contemporânea da UST, pela Diretora Nacional e Professora a Presidenta do Sindicato Maquinas Pesadas da Construção Civil, Tereza Couri, na sequencia a Vice Presidenta da UST – Rio a Dra. Cristina Luz, lembrou o massacre econômico e social que os trabalhadores sofrem com a omissão das grandes Centrais Sindicais chapa branca.
Representando a Central, Carlos Borges destacou a importância da política da diretoria UST – Rio, com companheiros com alto talento politico sindical para organizar a luta no combate à opressão, na busca por melhores salários e ampliar o direito dos trabalhadores.
 A atividade contou com um ótimo café da manhã e com encerramento da solenidade pelo presidente nacional Carlos Borges, com a foto da posse dos companheiros.           FOTOS  DO  EVENTO



 
O protesto tem o respaldo UST Rio de Janeiro e sem o apoio do sindicato da categoria, trabalhadores do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro pedem melhores condições e reajuste de 15%



UST Rio de Janeiro

Petrobrás em greve no Rio

 
Operários que trabalham nas obras da Petrobrás no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), em Itaboraí, na região leste do Estado, entraram em greve nesta quarta-feira, 5 , no ano passado, foram diversas paralisações reivindicando sem o apoio do sindicato.
O companheiro Jeferson, que está na linha de frente, afirma:  "Nao podemos esquecer a luta dos companheiros do COMPERJ. Ontem de madrugada eu minha companheira, e assessora Heulina Lago, estivemos em local de segurança, com um dos lideres dos trabalhadores do COMPERJ- Itaboraí. Gean Paulo.  A causa trabalhista quando com embasamento lega, e pertinente, tem que contar com o apoio da UST. E esta acima de interesses políticos. As principais reivindicações dos trabalhadores são melhores condições de trabalho e reajuste salarial de 15%. Ainda segundo o operário, a comida servida aos trabalhadores não tem qualidade e, por vezes, chega estragada. Quem se recusa a comer corre o risco de se tornar alvo de ameaças, acrescentou. Há também quem não receba seus salários desde o Natal. Entre as demais reivindicações, os funcionários pedem o pagamento de horas extras e aumento do vale-alimentação, para R$ 500.
05 de fevereiro 2014
Sindicalista da China
visita UST Rio de Janeiro
 

O presidente da União Sindical dos Trabalhadores (UST – Rio de Janeiro), Jeferson, recebeu a delegação Sindical da China pela terceira vez, na sede do Sindicato da Construção Civil dos maquinário pesados do Rio de Janeiro.

 Destacamos da importância que este intercambio representa para a UST, a troca de experiências entre o Brasil e China permite uma ação politica sindical ampliada no mundo do trabalhador. Alegando que aqui no Brasil a UST atua não só nas questões acerca do trabalho, mas investe em ações politica que capazes de influir nas práticas públicas.


Todo apoio!


Garis em greve resistem à prefeitura autoritária
e o sindicato pelego
Esses trabalhadores heroicamente estão mostrando com a greve o importante do trabalho do gari esta precarizada. A greve começou no sábado de carnaval (1). Os garis pedem reajuste salarial de R$ 803 para R$ 1.200, aumento no valor do tíquete alimentação diário de R$ 12 para R$ 20 e o pagamento de horas-extras para quem trabalhar nos domingos e feriados, como previsto em lei.
 O prefeito do Rio de Janeiro tem agido com truculência ao não negociar com os grevistas. Chegou a acionar escolta armada para a realização da coleta de lixo.
Vergonhosa a omissão do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Asseio do Rio de Janeiro, filiado a UGT.  A greve aconteceu à revelia das suas instâncias. Fizeram de tudo para acabar com ela através de um acordo rebaixado para o que se pretende (49%), com índice de 9%, além dos dirigentes criminalizam os grevistas e apoiar a prefeitura que acertaram com a Prefeitura demissão dos que não voltassem ao trabalho após a assinatura do acordo.



CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA - CRF/RJ

CHAPA 3 É DOS FARMACÊUTICAS e FARMACÊUTICOS

Nós, membros da CHAPA 3, que está sendo constituída a partir da vontade de defender as reivindicações básicas e necessárias a nossa categoria, apoiados nos princípios ético e no fortalecimento das atividades DOS FARMACÊUTICAS com o compromisso de levar a frente nossas proposta divulgada em nosso site.
www.transparenciafarmaceutica.com.br


UST  Rio de Janeiro
 
Enderenço:
 
Av.: Brasil 22.895 sala / 102

Guadalupe       CEP: 21670-000
 
Rio de Janeiro RJ- Brasil.