Central Sindical
 
 
UNIÃO SINDICAL DOS TRABALHADORES

















































  
           

FSM Federação Sindical Mundial

Dia Internacional de Ação pelos

refugiados e imigrantes

 

3 de outubro de 2017

FSM-Federação Sindical Mundial, convoca os sindicatos de todos os países, a se manifestarem publicamente a solidariedade internacional do movimento sindical classista com os milhões de imigrantes, refugiados e deslocados. que se venha forçados abandonar seus países, por causa de guerras e conflitos imperialistas ( EUA EUROPA).

A Federação Sindical Mundial com a posição e a ação anti-imperialista e internacionalista da denúncia a política hipócrita da União Europeia e seus governos; Ao mesmo tempo, luta pela eliminação da agressividade dos países da África do Norte e do Oriente Médio.

O movimento sindical internacional de classe, com a ocasião do 72 aniversário da FSM, a denúncia a agressividade imperialista e a luta pela integração sem problemas de nossos irmãos e irmãs de classe, os refugiados e os imigrantes, nas sociedades locais e as luchas classistas .

União Internacional de Sindicatos de Aposentados da FSM

1 DE OUTUBRO DE 2017

 DIÁ INTERNACIONAL DE LUTA PELOS DIREITOS DOS APOSENTADOS


O capitalismo está impulsando novas medidas anti populares contra os aposentados, a classe operaria e o povo. As soluções que utilizam os governos são temporais e fracas, sem perspectiva nem saída positiva para aqueles que com o seu trabalho produzem a riqueza na sociedade e do beneficio a um poucos capitalistas que recolhem, na imensa medida, os frutos da exploração.

 Lutamos nessa direção: Por uma segurança social gratuita e pública, atenção e assistência farmacêutica para todos, sem condições. Vamos a reclamar o direito a pensão pública suficiente, a redução dos limites de idade para os homens, e mais cedo para as mulheres. Pensões que satisfaz a nossas necessidades atuais, para que podemos viver uma vida digna. Por prestações sociais, vivenda, água limpa e direito ao lazer, público, gratuito e de qualidade.

NÃO ESTAMOS CONFORMES COM AS MIGALHAS QUE REPARTE A BARBÁRIE CAPITALISTA!

LUTAMOS POR CONQUISTAR A VIDA E O FUTURO SEM EXPLORAÇÃO!

VIVA A SOLIDARIEDADE INTERNACIONAL DOS TRABALHADORES!

VIVA A JORNADA DE LUTA DO PRIMEIRO DE OUTUBRO! 

CONTRA REFORMA DA PREVIDÊNCIA!

 

Ato Internacional dos Aposentados, será antecipado para o dia 29 de setembro. 9 horas

Shopping Atrium - Endereço: Rua Giovanni Battista Pirelli, 155 - Santo André – SP 

 

   

 

Encontro Internacional de Aposentados da CBAPI

 

 

Santo Andre - SP foi a cidade que sediou a 1ª  Encontro Internacional de Aposentados, realizado pela CBAPI, sob a Presidência da Vanilda Martins, o evento teve como objetivo debater as questões que a atual conjuntura mundial dos trabalhadores, as estratégias e ferramentas de luta, além de discutir a prevenção e cuidados com a saúde com o Dr. Sebastião.


O debate nacional, realizado pelo Presidente do Sindicato dos Bancário do ABC, Belmiro Aparecido,  é o enfretamento da Reforma Previdenciária são encarados como um dos principais temas a serem debatidos e o principal desafio a ser enfrentado pelos trabalhadores. Ele ainda aproveitou para convocar os aposentados e todas as entidades para irem para as ruas evitando a retirada de direitos já adquiridos.


Além do Secretários Geral da UIS dos Aposentados, Quim Boix, o debate contou com a participação da dirigente do Sindicato dos trabalhadores de Honduras, Laura, e a Vereadora Professora Bete e ex deputado federal Siraque.  
 
 

 Entenda a reforma trabalhista aprovada

 Senado aprovou a reforma trabalhista. Dois dias depois, Temer sancionou o projeto que mexe em mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), retirando direitos históricos.

A principal mudança é o que estabelece o princípio do “negociado sobre o legislado”, ou seja, acordos coletivos entre trabalhadores e patrões podem sobrepor à CLT.

A classe trabalhadora brasileira poderá perder direitos trabalhistas conquistados a duras penas em décadas de lutas. A CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) sofrerá significativos ataques com a Reforma Trabalhista proposta pelo governo Temer.

 Audiência pública discute 
Reforma na Previdência 

Câmara Municipal de Santo André, sob a Presidência da Vereadora Béte Siraque, realizou uma audiência pública, nessa quarta-feira, para discutir os golpes trabalhistas e previdenciário do governo Temer.

A luta dos trabalhadores do país contra a Reforma na Previdência foi discutida em audiência pública, nessa quarta-feira, dia 29 de março 2017, na câmara Municipal de Santo André. Centenas de trabalhadores, sindicalistas e aposentados participaram do debate articulado e presidida pela Vereadora Béte Siraque. Além da Previdência Social, em pauta também estava o combate à violência contra o trabalhador aposentado. 

Durante a abertura do evento, com o objetivo de esclarecer as consequências da aprovação da PEC 287/2016, que trata da Reforma da Previdência, que deve acabar com as aposentadorias e pensões, entre os ataques contidos na reforma estão a implantação do aumento da idade mínima, a redução da diferença homens e mulheres, o aumento da idade de quem se aposenta por idade.

o final, Central Sindical UST, parabenizou a iniciativa da Vereadora Béte Siraque pela realização da audiência que colocou em debate este tema de extrema relevância para toda a sociedade brasileira.

Central Sindical UST - CUT - CBAPI – Central Brasileira dos Aposentados - Sindicato Petroleiro

Sindicato Bancários do ABC- Sindicato Professores - Sindicato servidores

 

   

 

Federação Sindical Mundial 


Centrais sindicais realizam atos em solidariedade ao povo palestino


A Federação Sindical Mundial (FSM) e as Centrais Sindicais filiadas, realizou, neste 4 de abril, Dia da Terra Palestina, atividades em solidariedade ao povo palestino e sua luta contra as ocupações israelenses em seus territórios.  A participação do embaixador da Palestina do Brasil, Ibrahin Alzeben, que fez um resgate histórico da resistência do povo e agradeceu o apoio internacional. Ele destacou o que ocorre na região “não é guerra é genocídio”, com poder bélico de Israel. 


Presentes:  Centrais sindicais, Carlos Borges da UST, CTB, Raimunda Gomes (Doquinha); Ricardo Saraiva (Big) da Intersindical e. Palestina e Israel (PAEPI), Fernanda Balbino.  No fim do encontro, foi entregue ao embaixador um documento político do ato, assinado pelas entidades participantes. Como forma de agradecimento à iniciativa, Ibrahin Alzeben presenteou o FSM com o Hata, lenço palestino que simboliza a luta palestina.

  
.                                .